quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

E agora ela está arrancando asas de borboletas'

| |


Agora eu posso sentir a agulha quebrando, dentro e por cima das minhas veias. Eles estão tentando me dizer que eu estou maluco, mas eles que me fizeram assim. Então venha e me afaste desse monstro que você me tornou. Eu me sinto como se estivesse morto, apagando todas essas lembranças... Eu estou preso nessa gaiola essa noite, vocês me torturam com lâminas e facas! Eu preciso de você pra tentar salvar minha vida, antes que eu fique louco! Em sete dias minha esquizofrenia quebra minhas ondas de cavidade cerebrais, deformado, decaído. Esses rostos de loucos originaram essa dor, e inventaram esses jeitos inconsequentes de me quebrar. Intoxicado, eu estou sumindo nos meus sonhos. Motivado na derrota desses odiadores em tudo. É a única coisa que me mantém vivo. Me mantém longe de todas essas mentiras filhas da puta! Eu sinto minhas unhas rasgarem minha carne; eu sinto que eu estou ficando louco. Eu nunca quis machucar você, mas você me fez dessa maneira. Então agora eu sei que eu estou louco, eu sinto que aqui não tem mais dor. Essas vozes me chamam lá fora, eles estão gritando meu nome.

0 comentários:

Ir arriba

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Escrevo pra não falar sozinho. - Cazuza https://twitter.com/_alemdosofa
Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Guia

Seguidores

Visitantes

contador
 
 

Diseñado por: Compartidísimo
Con imágenes de: Scrappingmar©

 
Ir Arriba