segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Lembranças . . .

| |


Acostumada a me abraçar no frio,nosso aniversário era dois de abril. Minha blusa favorita fica melhor em você. Acordava ouvindo você cantar a música que eu fiz pra você lembrar dos momentos que a gente prometeu não esquecer. Seu olho mel me fazia sorrir seu carinho não me deixou dormir mergulhada nos meus sonhos eu sempre andei sozinho.. Explicava pra você entender, perfumada só pra eu perceber, estivemos muito perto sob o céu azul marinho. O presente que você já me deu, várias vezes nunca me convenceu, mil problemas das idéias loucas sem preocupação. Apagava a luz pra você entrar, no domingo eu não parava de pensar, me perdia de mãos dadas com minha imaginação. Aquele sol que derreteu o nosso sonho de congelar o tempo, de escorregar na vida juntos. Histórias e dinheiro, eu parei de contar, mulheres e canções, eu parei de cantar. Vou deixar deter você, vou tentar deter você. Acostumada a me abraçar no frio..

0 comentários:

Ir arriba

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Escrevo pra não falar sozinho. - Cazuza https://twitter.com/_alemdosofa
Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Guia

Seguidores

Visitantes

contador
 
 

Diseñado por: Compartidísimo
Con imágenes de: Scrappingmar©

 
Ir Arriba