terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Quando eu acordar eu quero que esse medo vá embora para nunca mais voltar'

| |


Já está cada vez mais difícil encarar essa droga de realidade. Juro que eu tento ser forte e transparecer que nada está acontecendo. Mas como eu disse, está cada vez mais difícil. É triste você ver que uma vida inteira que você crio, toda uma história, do nada começa a se desfazer. Eu sei que apezar de tudo eu ainda tenho meus alicerces, mas eu sei também que são só alicerces e não soluções. Tenho medo de como tudo isso pode acabar. Eu já não tenho mais sentido nenhum. E o pior é que não posso fazer alguém feliz se não estou bem por dentro. Não quero em momento nenhum preocupar ninguém. Não quero que as pessoas pensem nom meus problemas... apesar deles já estarem me sufocando, eles são só meus e de mais ninguém. Me entrego a noite a qualquer diversão, afinal, é só mais um copo ou apenas um cigarro a mais. Amanhã nada disso vai interferir na minha vida. Estou me matando as poucos. Mas qualquer coisa é melhor que essa tortura diária. Meu tempo só pra mim está chegando. E dai sim ninguém vai ter que lembrar ou se preocupar comigo. Vai ser um tempo só meu. Um tempo pra mim sem nada e sem ninguém. Não vou lembrar de nada de antes, mas também não vou me iludir com essas coisas fúteis que estão por vim. Eu não estou falando de dor, eu estou falando de angústia.

0 comentários:

Ir arriba

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Escrevo pra não falar sozinho. - Cazuza https://twitter.com/_alemdosofa
Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Guia

Seguidores

Visitantes

contador
 
 

Diseñado por: Compartidísimo
Con imágenes de: Scrappingmar©

 
Ir Arriba