quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

O amor e injusto.

| |

Quando a gente acha que esqueceu aquela pessoa, o sentimento insiste em voltar. A saudade bate, e por mais que a sensação de ter em quem pensar é confortante, o peito dói. Tudo ao seu redor se transforma em solidão quando a pessoa que se ama não está ali em seus braços. E você necessita dela mais que tudo, a presença da pessoa amada é a maior urgência que se tem.. e dói, dói, dói, dói não poder saciar esse desejo, não poder matar a fome da nossa alma que anseia tanto por quem a gente gosta. Volto a dizer que o amor é injusto. É injusto porque nem sempre é recíproco. Injusto porque nem sempre aquilo que a gente busca é o que a gente vai encontrar. É injusto porque a gente espera por um final feliz que nunca chega, e continua esperando... até que um dia a gente cansa, enjoa, não aguenta mais essa incerteza, mas não há nada a fazer. E aí a gente até tenta, mas não consegue tirar quem amamos do coração. Ou se apaga de vez da memória, ou se deixa pro destino resolver.

0 comentários:

Ir arriba

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Escrevo pra não falar sozinho. - Cazuza https://twitter.com/_alemdosofa
Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Guia

Seguidores

Visitantes

contador
 
 

Diseñado por: Compartidísimo
Con imágenes de: Scrappingmar©

 
Ir Arriba