quarta-feira, 24 de março de 2010

| |


É mais do que óbvio que aquela frase 'quando eu te encontrar nós vamos comemorar' não serve para mim neste momento. O engraçado é que já disse isso para uma pessoa, e hoje essa frase se tornou complatamente insana diante da situação. Posso dizer que estou indo de encontro com essa pessoa muito insegura. O fato de eo estar no mesmo lugar que ele me assusta ainda. Porque eu diria isso? Bom, o que vou fazer quando vê-lo? E se ele vier conversar comigo? O que vou fazer? Nunca fui muito boa para expor meus sentimentos dessa forma. Seria muito mais fácil escrever uma carta e manda-la, mas isso também seria infantil, não sou mais nenhuma criança. Eu queria poder dize que eu estou bem, que estou aprendendo a ver a vida de outro jeito. Mas ele já deve saber disso. Ele conseguiu seguir a vida dele melhor que eu. Mas o que me confunde é porque ele ainda insiste em dizer que eu fui a melhor coisa que aconteceu na vida dele. Eunão sou a mais bunita nem a mais extrovertida. Sou toda desajeitada e ao mesmo tempo errada. E como ele consegue ver beleza nisso? Então porque o mundo não para de girar tanto assim? Como eu não consigo assimilar diretamente as coisas? Porque não me aparece uma resposta? Então tá, eu sei que mesmo que minha vontade seja sair correndo quando encontra-lo, eu vou ser forte (coisa quase impossivel) e encara-lo de frente. E que seja o que for. E que esse fds não em condene , que seja apenas um reencontro com meus grandes amigos, e que nada de mais marcante aconteça.

0 comentários:

Ir arriba

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Escrevo pra não falar sozinho. - Cazuza https://twitter.com/_alemdosofa
Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Guia

Seguidores

Visitantes

contador
 
 

Diseñado por: Compartidísimo
Con imágenes de: Scrappingmar©

 
Ir Arriba