terça-feira, 13 de julho de 2010

- Fica a poeira em cima dos quadros'

| |



Talvez sejam apenas lapsos momentaneos de memória. Talvez seja eu sendo egoísta comigo mesma, em busca de algo que só me faz bem. Talvez seja aquele buraco reabrindo de novo. Eu vejo que sem tocar no seu nome, sem ouvir tua voz, sem ter notícias suas, eu me senti menos mal. O abandono que vose me proporcionou, fez com que de imediato eu me auto-abandonasse. Complicado demais? Imagina para mim. Eu me peguei hoje, em busca obsessiva atrás da nossa foto. Derrepente eu me dei conta que tudo voltou a tona. Mas como disse antes, será como um lapso momentâneo, e eu vou reaprender a te esquecer. Vai doer, vou me sufocar novamente só por ter lembrado da sua voz, mas eu vou conseguir te fechar dentro de uma caixa assim como tinha feito antes. Vai tudo voltar ao normal. E eu não vou ter mais que lembrar que você nunca mais voltará para mim.


Nem desistir, nem tentar agora tanto faz. Estamos indo devolta pra casa'

0 comentários:

Ir arriba

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Escrevo pra não falar sozinho. - Cazuza https://twitter.com/_alemdosofa
Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Guia

Seguidores

Visitantes

contador
 
 

Diseñado por: Compartidísimo
Con imágenes de: Scrappingmar©

 
Ir Arriba