terça-feira, 23 de agosto de 2011

-

| |

Eu tinha realmente esquecido até de sua voz, ou pelo menos eu ainda tentava. Mas estou completamente conciente de que foi culpa minha e eu mais uma vez insisti em te ouvir, ouvir e ouvir de novo. Parece coisa da minha cabeça mas eu sei que você tá bem melhor sem mim. Ah, como as lembranças voltam. Parece que foi ontem que estavamos numa árvore qualquer. Sei exatamente que muita coisa mudou mesmo, talvez só esteja me sentindo sozinha, ou tenha me lembrado novamente de como éramos felizes. Nossas vidas são outras mas ainda acho que possa acontecer de ser a mesma ou até melhor. Todas as cartas que te escrevi e resolvi não mandar ainda estão guardadas. Todas recheadas de dor, amor, angústia e de saudade. Todas com minha vida dentro delas mesmas. Mas são apenas cartas, e assim como essas palavras aqui presente, você nunca vai ler, e não vai entender, não enquanto você não lê-las.

0 comentários:

Ir arriba

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Escrevo pra não falar sozinho. - Cazuza https://twitter.com/_alemdosofa
Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Guia

Seguidores

Visitantes

contador
 
 

Diseñado por: Compartidísimo
Con imágenes de: Scrappingmar©

 
Ir Arriba