quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Tentar ser forte a todo e em cada amanhecer.

| |

Fazia tempo que o que eu dizia  dia inteiro era apenas o necessário, respondia ao que me perguntavam, ria do que tinha que rir, e perguntava o que era para ser perguntado. Eu andei pensando tanto, e sempre deixei esses pensamentos guardados para mim, e somente para mim. Parece que ninguém se preocupa mesmo comigo, e que aquele "oi, tudo bem com você?" é para ter a resposta objetiva, apenas uma questão de bons costumes. O ritual para começar uma conversa que muitas vezes termina por ai mesmo. Hoje estava falando com uma amiga e no meio da conversa ela me perguntou "Você está bem?" . Talvez por estar fora do contexto habitual da conversa eu me assustei, parei na hora e pensei em como eu realmente estava. Nem lembro qual foi a ultima vez em que eu realmente disse como estava, como estava angustiada mas por orgulho não conseguia demonstrar. Eu estou tão sufocada. Eu queria realmente gritar tanto e chorar como uma criança chora no colo da mãe, sem ao menos ter que me dar conta que depois eu terei que ter alguma reação, apenas chorar. Essa falta de sentimento misturada com um turbilhão deles mesmo não faz bem a ninguém. Esse sorriso que eu estampo todos os dias não é real. Essas garrafas que eu não paro de beber enquanto não as vejo vazias não é o que eu sou, nem os cigarros que me tomam ao acordar sozinha de madrugada. Não quero a piedade de ninguém e também não quero que ninguém me ampare. Eu esto bem, e sempre estive. Não é essa angustia toda que vai me impedir de seguir com meus planos todos. Nunca fui impedida por ela, e não é a primeira vez que ela dorme e acorda ao meu lado. Ela nunca vai sair, porque as pessoas não ligam se ela está ali ou não, eles só entendem quando conseguem vê-la e quando isso acontece ela nunca mais te abandona. Felicidade é ter amigos, sair no fim de semana, ter um romance e uma boa vida social? Não. Talvez esse excesso de mundo faça causar toda essa loucura. Não estou aqui, eu nem se quer queria estar. 

0 comentários:

Ir arriba

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Escrevo pra não falar sozinho. - Cazuza https://twitter.com/_alemdosofa
Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Guia

Seguidores

Visitantes

contador
 
 

Diseñado por: Compartidísimo
Con imágenes de: Scrappingmar©

 
Ir Arriba