segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Se isso não é amor, o que mais pode ser?

| |

Eu ficaria horas aqui pensando em como definir. Na verdade eu já perdi horas tentando fazer isso, mas sei que não é possível. Eu sei o que é mais não consigo aceitar. Eu não to pronta pra perder toda minha pose e deixar meu orgulho de lado, pra aceitar que eu preciso de alguém. Sempre estive bem sozinha, e não é agora que isso vai mudar. Eu aprendi que posso ter o que eu quiser e quem eu quiser, posso fazer qualquer coisa e acreditar no que eu quiser. Aprendi que não tenho que esperar nada de ninguém e que as pessoas mentem muito, mas que é sempre preciso. Finalmente entendi que todos em que posso confiar estão ligados a mim pelo sangue, e que só minha família me ama pra sempre e vice versa. Que as palavras saem fácil, e mais fácil ainda se estiver misturada a bebidas. Essas noite também de farra e diversão não me levaram a nada e nem levarão. As músicas podem dizer mais do que muita coisa e que você pode estar pensando em mim na mesma frequência em que eu penso em você. Que as ligações noturnas e aquele silêncio horrível pode matar qualquer um. Aprendi tanto desde que você se foi que eu já não sei mesmo se eu aprendi algo de verdade mesmo. Não consigo falar nada com você sem querer te xingar e se eu te ofendo fico toda sem jeito. Muito do que eu digo é da boca pra fora, mas todo aquele silêncio me mostra que se não fosse nada não estaríamos os dois ali que nem tontos. Então já não sei, eu só queria que você entendesse o que eu também não entendo.


0 comentários:

Ir arriba

Postar um comentário

Quem sou eu

Minha foto
Escrevo pra não falar sozinho. - Cazuza https://twitter.com/_alemdosofa
Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Guia

Seguidores

Visitantes

contador
 
 

Diseñado por: Compartidísimo
Con imágenes de: Scrappingmar©

 
Ir Arriba