segunda-feira, 26 de março de 2012

Sem fim definido.

| |

Nunca gostei dos pontos finais, são tão definitivos, aprecio mais as vírgulas que aparecem para a gente dar um tempo, respirar, e poder retomar de onde parou. Gosto assim, deixar claro que acabou mas que eu ainda existo, e para depois quem sabe acontecer um "vale a pena ver de novo", não que eu pudesse escolher, simplesmente acontece. Já tentei dar um basta definitivo em um romance antigo e de nada adiantou, essas vírgulas não causam tanta dor, sofre-se menos, um ponto final repentino no meio de uma frase machuca, e faz demorar para entender o que aconteceu. As vírgulas trazem com elas o conformismo, de que é só deixar acontecer, economiza no chocolate e nas músicas triste (não que deixam de ser consumidas, mas diminuem significativamente na quantidade) e quando você menos espera, você acorda, veste uma roupa bonita, sai para trabalhar e se depara com um novo amor, e então percebe que o antigo se foi a muito tempo. Não tenho a intenção de brincar com as pessoas,  é mais um mecanismo de defesa, e assim como funciona comigo deve funcionar para alguém também. O problema é colocar um ponto e depois se arrepender, pensar que faltou um parágrafo fundamental na história que deixou de ser colocado. Prefiro assim, deixo assim, e continuo assim, com todos os livros em cima da estante sem terminar de escrever a história, esperando uma inspiração qualquer.





2 comentários:

  1. Ai meu Deus! Eu nem podia estar acordada ainda. Eu tou cansadona (pós viagem), mas comecei a ler aqui e adivinha? Difícil parar, hein. Amei esse muuuuuito! Sempre achei virgulas tão necessárias (em todos os sentidos), e também, adoro reticências. Causa essa sensação de infinito, né? De nunca saber se vai acabar. De não querer que acabe realmente... É só um tempo. Tudo é tempo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Laís você não tem noção de como eu adoro seus comentários, é como me sentir com a consciência limpa ao saber que eu escrevi exatamente o que eu estava pensando e que quem ler vai sim entender o que eu quis dizer. Obrigada anjoo *-*

      Excluir

Quem sou eu

Minha foto
Escrevo pra não falar sozinho. - Cazuza https://twitter.com/_alemdosofa
Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Guia

Seguidores

Visitantes

contador
 
 

Diseñado por: Compartidísimo
Con imágenes de: Scrappingmar©

 
Ir Arriba