quinta-feira, 25 de julho de 2013

Que tal mais um café?

| |

Ah meu querido, precisamos conversar. Chegamos enfim naquele ponto crucial de (in)decisão, ou fica ou sai. Não digo isso por existir uma hora específica para isso, mas por que sentimos quando se é dada essa ocasião. O que foi feito das promessas ensolaradas que você me fez? Dos abraços apertados, da dor que inundava a cada despedida? Já não vejo mais, não sinto mais as borboletas no estomago, que falta isso me faz. Por pura discrepância do destino caímos imunes a rotina. Senta aqui meu bem, não se desespere, a vida sempre foi feita de chegadas e partidas, uma após a outra, é natural se dispersar. Venha aqui no meu colo uma última vez, toma esse café que eu preparei e não, eu não tenho outro alguém. Você me julga por amar demais, querer demais, mas não é culpa minha, culpa é desse coração malandro, quer abraçar o mundo, quer todos os cheiros e sabores, todos os beijos e amores. Não me olha assim, termina seu café, temos tempo ainda pra conversar. Me conta sobre seu dia, será essa a nossa despedida. 


2 comentários:

  1. Gostei do texto, melancólico e com doces tons de romantismo.. O último café, a despedida do amor..
    Adorei seu blog, como faço pra segui-lo?

    Abraços!

    http://pecasdeoito.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah obrigada pelas palavras.
      Bom, acho que pelo ali no lado direito do blog tem como seguir, arrumei agr. Se não pelo painel do blog no fim da página ahahhahaha

      Obrigada de verdade e volte sempre *-*

      Excluir

Quem sou eu

Minha foto
Escrevo pra não falar sozinho. - Cazuza https://twitter.com/_alemdosofa
Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Guia

Seguidores

Visitantes

contador
 
 

Diseñado por: Compartidísimo
Con imágenes de: Scrappingmar©

 
Ir Arriba