segunda-feira, 16 de abril de 2012

Ao acaso.

| |

Era uma vez uma garota. Ela gostava de cappuccino e algodão doce, brincava com as canetas sempre durante a aula, era apaixonantemente fria e não gostava de usar brincos. Preferia o outono. Ela costumava ir a biblioteca pública da cidade e sem pretensão alguma pegava um livro qualquer, sempre diferente do dia anterior e sentava ali mesmo, em meio as estantes abarrotadas, no chão exatamente gelado e simplesmente lia, as vezes acompanhada de balas de uva. Gostava de Caio Fernando de Abreu e Cecília Meireles, vivia de cafeína e sentia uma falta imensa dos amigos durante a semana. Gostava de olhar fotos e de sentar na praça para inventar a vida das pessoas, olhava uma e pensava o que ela fazia, se tinha filhos, se tinha planos e se tinha amores. Ria sempre de uma boa piada e até de si mesma quando tropeçava e caia. Gostava de música urbana e chorava em filmes de drama.
Era uma vez um garoto. Ele cantava, teve uma banda uma vez a muito tempo atrás e desde então deixou a música de lado. Preferia o inverno. Ele gostava de contar estrelas e de comer batata palha direto do saco. Não tinha paciência para os livros e muito menos para a poesia. Ele costumava colocar os fones de ouvido com uma música bem alta e sair andando sem rumo, exatamente para não ter que escutar ninguém. Gostava de Jhon Lennon e Kurt Cobain. Bebia vinho tinto e vivia com um cigarro aceso entre os dedos. Ia sempre na praça da cidade ver as mulheres levarem seus cães para passear.
Ela estava viajando com uma amiga e ele implorando para não ser acordado antes das 14:00. Ela dormia enquanto a amiga dirigia e ele era acordado pelo colega de quarto dizendo que hoje era dia de limpeza e ele não iria dormir o dia todo. Ela acordou com o sol batendo nos seus olhos e ele levantou da cama xingando por ter acabado com os cigarros durante a madrugada. Ela pediu para a amiga para pararem em algum lugar para tomarem café e ele saiu para comprar seus cigarros e tomar seu café forte e preto como fazia todos os dias. Ela desceu do carro esticando bem as pernas e pegando sua bolsa enquanto a amiga ia ao banheiro na padaria e ele tirava seus óculos escuros para falar com o balconista. Ela sentou no balcão e pediu um cappuccino e ele jogou os óculos e pediu um extra forte. Ela olhou para o lado e sorriu e ele retribui o sorriso e acendeu o cigarro enquanto a garçonete que usava um uniforme brega cor de rosa composto por uma saia rosa e um avental branco servia seu café. Ela viu a amiga se aproximando e ele ficou sem jeito e apagou o final do cigarro no cinzeiro. Ela esperou a amiga comer um pedaço de torta de morango e não parou de olhar para ele e ele na outra ponta do balcão entre um cigarro e outro acabou tomando mais do que um café só para poder ficar ali olhando ela. Ela foi despertada de seu devaneio pela amiga que a chamou para ir embora e ele se ajeitou na cadeira ao ouvir a conversa incerto se ia ou não falar com ela. Ela se levantou pedindo para si mesma que ele viesse ao seu encontro e a segurasse pelo braço perguntando o seu nome e chamando-a para tomar (outro) café e ele se levantou, arrumou a roupa, foi na direção dela e vacilou, indo direto ao caixa pagar a sua conta. Ela desfez o sorriso, pegou sua bolsa e pagou sua conta e ele ficou lá fora pensando se tinha feito certo. Ela saiu de cabeça baixa procurando seus óculos de sol no meio da bolsa e ele a assustou quando ela levantou a cabeça e o encontrou encostado no carro com os braços cruzados e um lindo sorriso. Ela disse oi e ele respondeu olá. Ela sorriu e ele a chamou para (outro) café ou um pedaço de torta. Ela viu a amiga sorrir e dizer para ela esperar que ela iria abastecer o carro e ele a pegou pela mão e voltaram então para o mesmo balcão, só que os dois na mesma ponta dessa vez.


4 comentários:

  1. Isso pode acontecer de verdade? Pode comigo? Quero pra mim! :( Que lindos...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Laís procuro sempre acreditar que pode sim! eiaoueoaueoiuaeou'

      Excluir
  2. :) gostei do texto, e sempre que puder estarei por aqui acompanhando o blog bjo josi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pela visita, que bom que gostou *-*

      Volte sempre sim, será sempre bem vinda!

      Beijos

      Excluir

Quem sou eu

Minha foto
Escrevo pra não falar sozinho. - Cazuza https://twitter.com/_alemdosofa
Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email

Guia

Seguidores

Visitantes

contador
 
 

Diseñado por: Compartidísimo
Con imágenes de: Scrappingmar©

 
Ir Arriba